Gazeta da Sanches
Pesquisa

Rosalina Gomes Leite da Silva:uma mulher pioneira
Por Bruna Farenzena (Aluna, 7ª 5), em 2012/04/301396 leram | 1 comentários | 236 gostam
O centenário da morte de Rosalina Gomes Leite da Silva, grande cidadã bracarense e pioneira na participação política feminina, é celebrado por todas as forças vivas do município de Braga.
A biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, a Civitas Braga, a Câmara Municipal de Braga, a Universidade do Minho,a Associação Cultural Francisco Sá de Miranda e o Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches, prepararam uma homenagem a Rosalina Gomes Leite da Silva. Esta mulher Republicana bracarense morou na freguesia de S. Victor, em Braga, após a implantação da república.
   Pretendeu-se homenagear esta republicana, cujo centenário da morte se comemora a 30 de Abril de 2012.
   O Agrupamento de Escola Dr. Francisco Sanches participou na homenagem a Rosalina Gomes Leite da Silva através da:
 1º- realização de trabalhos alusivos à republicana, Rosalina Gomes Leite da Silva, trabalhos orientados pelos professores do 1º ciclo, da disciplina de História e Geografia de Portugal do 2º ciclo, História, Língua Portuguesa e Experiências Plásticas do 3º ciclo e os cursos de Educação e Formação de Adultos - EFA secundária escolar (2ºano). Estes trabalhos integraram a exposição montada na biblioteca Lúcio Craveiro da Silva e que está patente ao público entre os dias 16 e 30 de Abril.
    2º- plantação de um carvalho nas escolas do agrupamento Dr. Francisco Sanches no dia 30 de Abril - árvore associada à república.
     3º- Participação de alguns alunos na romagem ao cemitério às 9h30 do dia 30de Abril para assinalar o centenário da sua morte com leitura de poemas, terminando a cerimónia com a deposição de flores.
    4º- A homenagem prosseguiu até à nova artéria com o nome de Rosalina Gomes Leite da Silva, descerramento de placa, inaugurada pela vereadora da Câmara Municipal de Braga, Dra. Ilda Carneiro, entre outras individualidades.
    Rosalina Gomes Leite da Silva nasceu a 11 de abril de 1879 e faleceu a 30 de abril de 1912, vítima de tuberculose. Foi enterrada no dia 1 de Maio de 1912 (tinha 33 anos).


Comentários
Por Maria Lopes (Professora), em 2012/05/01
Parabéns Bruna, fico contente que uma aluna do 7ºano goste de investigar sobre o passado e consiga relacionar a História com acontecimento atuais. Afinal a História é importante!

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe