Gazeta da Sanches
Pesquisa

Por que é que os ouriços têm picos?
Por Ana Catarina Gomes (Aluna, 7º1), em 2012/05/181572 leram | 0 comentários | 226 gostam
Era uma vez um ouriço que vivia numa floresta. Este pequenino animal resultou da evolução de uma espécie de rato. Por isso, o ouriço era muito pequenino, com uma pele fininha e lisa.
Era uma vez um ouriço que vivia numa floresta. Este pequenino animal resultou da evolução de uma espécie de rato. Por isso, o ouriço era muito pequenino, com uma pele fininha e lisa. Vivia numa abertura de um tronco de um castanheiro, sozinho, pois nunca tinha visto mais ninguém igual a ele.
   No dia-a-dia, o ouriço não costumava sair, por medo, e só observava os outros animais da época pela abertura da sua toca. De vez em quando, pegava numas castanhas dos ramos da sua árvore, porque não tinha grande necessidade de se alimentar.
   Mas, um dia, ganhou coragem e decidiu fazer uma viagem, para conhecer mundo. Caminhou durante cinco dias seguidos e, ao cabo desses dias, deparou-se com uns grãozinhos amarelos. Era areia. Ficou espantadíssimo! Decidiu explorar e continuou a caminho.
   A certa altura, viu uma sombra, não muito grande, mas assustou-se. Recuou, recuou e espetou-se num cato. Ficou magoado, cheio de picos e com medo. A sombra parecia aproximar-se dele a passos largos. Mas, subitamente, apareceu um animal pequenino exatamente igual e ele. O primeiro impulso do outro ouriço foi ajudá-lo. O pobre do ouriço tinha muitos picos espetados nas costas. Não os conseguia tirar, nem com a ajuda do outro. Aquilo fazia impressão, mas passadas sensivelmente duas horas, já nem os sentia. Passaram a ser a sua defesa.
   Os dois ouriços decidiram ir para a floresta, para a toca do castanheiro. Os dois animais acasalaram e ali ficaram a viver.
   Reza a lenda que os descendentes destes dois ouriços nasceram com picos espetados nas costas e, desde aí, todas as gerações até à atualidade.


Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe