Gazeta da Sanches
Pesquisa

Uma escritora na escola
Por Mara Silva (Professor), em 2012/02/231071 leram | 0 comentários | 223 gostam
No dia catorze de fevereiro, a escritora Ana Maria Magalhães esteve na escola básica Dr. Francisco Sanches, na sequência de um convite feito pela biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.
Ana Maria Magalhães é uma escritora portuguesa, principalmente direccionada para a literatura infanto-juvenil. É principalmente conhecida por ter escrito as colecções Uma Aventura e Viagens no Tempo, em dupla com Isabel Alçada, ex- ministra da Educação, embora tenha outras publicações.
No dia de S. Valentim, esta escritora viveu mais uma aventura ao conversar com cerca de oitenta alunos nesta escola, onde foi recebida e apresentada pela coordenadora da biblioteca escolar, a professora Hermínia Alonso.
Os alunos desafiaram Ana Maria Magalhães a falar um pouco da sua vida pessoal (se já pensava ser escritora quando era da idade deles, como conheceu Isabel Alçada e como começaram a escrever) e a explicar os seus segredos de escrita sobretudo dos livros da coleção Uma Aventura. Todos (alunos e vários professores presentes) ouviram atentamente alguns pormenores relatados pela escritora sobre o modo como obtém a informação para escrever os seus livros e, como diz o ditado “Para aprender é preciso andar ou ler”, Ana Maria Magalhães falou das suas viagens aos locais escolhidos para o desenrolar da ação e da pesquisa nas fontes escritas, realçando a diferença entre a ficção e a realidade dos livros dessas coleções e acrescentando que, devido às inúmeras perguntas que os alunos costumam fazer sobre o que é real nos livros que escreve, as escritoras passaram a incluir no final dos livros uma compilação dos factos históricos relatados.
Sobre o livro que presentemente está a escrever (de que fez a graça levantar o véu, indicando o título "Em Roma sê Romano"), a escritora contou pormenores sobre, por exemplo, a "morte fingida" de alguns gladiadores na luta para que eram treinados pois, devido ao tempo e dinheiro que eram investidos na sua preparação, a sua morte era simulada com um saco de sangue de animal quando o vencido era condenado à morte pela assitência e pelo imperador, mudando depois de residência para não serem reconhecidos pela população, mantendo desse modo a autenticidade desses espetáculos.
Os alunos ouviram fascinados estes testemunhos, em primeira pessoa, de alguém que investiga e sabe partilhar com alma o gosto por factos históricos, tantas vezes desconhecidos da generalidade das pessoas.
A coordenadora de História e Geografia de Portugal, professora Filomena Silva, aproveitou a circunstância da presença de uma escritora que desenvolve temáticas da História de Portugal nos livros que escreve, para entregar aos alunos vencedores os prémios da segunda edição do concurso "I love HGP".
Ana Maria Magalhães agraciou esses alunos autografando os seus livros da coleção "Viagens no Tempo", que configuraram os prémios dos vencedores.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe